Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zine de Pão

Caderno de notas sobre farinhas, leveduras e temperaturas

Zine de Pão

Caderno de notas sobre farinhas, leveduras e temperaturas

05.Ago.15

O lado doce da vida

11371161_1646284202279258_1333198928_n.jpg

 

Faz quase um ano desde que tomei a decisão de abandonar o meu hobby como padeiro e torná-lo em profissão. A decisão já devia estar tomada inconscientemente há algum tempo, mas só há coisa de um ano é comecei à procura de posicões em padarias. Há cerca de 10 meses que trabalho a tempo inteiro, com uma interrupção pelo meio (ver o post antes deste), mas desde Março que encontrei o meu "porto seguro" na padaria 'Bageri Petrus'. Aproximadamente 200 dias de trabalho, 1600 horas ou mais. Todos os dias aprendo algo novo. Desengane-se aquele que pensa que escolhi uma profissão monótona. O padeiro que tem uma profissão monótona é infelizmente aquele que caíu nas teias da indústria e dos processos de fabrico industriais onde se produzem 'substitutos de pão'. O dia a dia é variado e felizmente estou numa padaria onde temos uma força creativa gigante. Todos os dias pensamos em produtos novos, especialmente no lado das coisas doces. Pois é, os padeiros também fazem coisas doces. 

 

Não temos especial interesse por pastelaria mas os padeiros também fazem coisas doces. Ás vezes as duas profissões acabam por ser misturadas mas são bastante distintas, requerem conhecimentos bastante diferentes. Partilhamos uma área cinzenta em que não é fácil dizer se um determinado produto pertence à area de pastelaria ou de padaria. Uma distinção um pouco vaga, e ás vezes errada, é a de que um produto que requer montagem pertence à área de pastelaria, por exemplo um bolo de camadas. Uma maneira mais fácil de ver a coisa é pensar que todas as massas lêvedas são do domínio da padaria e não de pastelaria. No entanto, também criamos produtos que não usam massas lêvedas: tartes, galettes, biscoitos, etc.

 

A minha afecção por este lado doce da vida de padeiro tem crescido ao longo destes meses. A massa de brioche é provavelmente das minhas coisas favoritas pela sua versatilidade e pela delícia que é. Na fotografia em cima está um dos nossos doces actuais com massa de brioche antes de ir ao forno, um bolo de brioche recheado com creme de baunilha e groselhas. Prometo um post daqui a umas semanas para falar mais um pouco sobre brioche e partilhar uma receita.

 

 

12 comentários

Comentar post